terça-feira, 9 de agosto de 2016

Trombose x anticoncepcional

Devido as últimas reportagens sobre Trombose em quem toma anticoncepcional, estou fazendo essa postagem.

A trombose Venosa Profunda é uma doença em que se forma um coagulo de sangue dentro do vaso sanguíneo e entope esse vaso. Para ocorrer é necessário fatores de risco, como estar acamado, tabagismo (fumar), cirurgia recente ou qualquer situação que cause dificuldade na marcha (no caminhar do dia a dia).

O uso de anticoncepcional está mais relacionado com Trombose Venosa profunda em mulheres com mais de 35 anos e tabagistas, pode ainda ocorrer em mulheres mai jovens, que tenham fator de risco, como os já citados ou doenças sanguíneas que alterem a coagulação do sangue.

Tanto o estrogênio como a progesterona, os hormônios femininos contidos nas pilulas, pode alterar a coagulação do sangue e aumentar o risco de Trombose. Esses eventos trombóticos ocorrem normalmente no primeiro ano do uso do anticoncepcional, especialmente após o 4° mês de uso.

A mensagem mais importante é que o nosso organismo também produz esses hormônios, e durante a gravidez  em níveis altíssimos, então o risco de Trombose é muitas vezes maior durante a gestação do que com o uso do anticoncepcional, e logo que o bebê nasce, para parar aquele sangramento todo do descolamento da placenta o organismo produz muito mais fatores de coagulação, somado ao fato dos níveis hormonais estarem aumentados nesse período, o risco de Trombose é ainda maior que na gestação, e mesmo assim, temos poucas mulheres que apresentam Trombose, muita gente nem sabe disso, de tão pouco que é esse número de Trombose.

Depois de saberem tudo isso, viram como é muito mais arriscado ter um bebê e ter Trombose do que usar anticoncepcional e  ter Trombose? Nem por isso deixamos de ter bebê, porquê então vamos deixar de tomar anticoncepcional? Acalmem seus corações, a natureza é sábia, não faria uma doença tão grave, tão comum , nem desencadeada tão facilmente, é preciso muita coisa junta para se ter Trombose.